sábado, 21 de dezembro de 2013

Dane-se o avião? Pergunte para o Tio Sam...

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Foi um absoluto gol contra a diplomacia norte-americana a estranha declaração do ex-embaixador dos EUA no Brasil sobre o desfecho da compra dos novos caças para a Força Aérea Brasileira. Thomas Shannon pisou na bola ao confessar que a Casa Branca ficou decepcionada com a escolha dos suecos.

Admitir derrota, com tanta sinceridade, foge ao tradicional paradigma de negociação dos Ianques... Agora, o ato falho de Shannon ainda serve para o governo Dilma Rousseff fingir, simbolicamente, que se vingou dos EUA no episódio da espionagem promovida pela NSA (a Agência Nacional de Segurança deles).

A maior prejudicada foi a Boeing – cuja divisão brasileira é presidida por Donna Hrinak, que foi embaixadora do Tio Sam por aqui entre 2002 e 2004.  A derrota foi mais feia porque Hrinak é membro do Conselho de Relações Exteriores (Council on Foreign Relations) e do Diálogo Inter-Americano. É mais evidência de que a Oligarquia Financeira Transnacional, que comanda tais instituições, está rompida com a petralhada.

A Boeing vai ganhar dinheiro por aqui em outra linha. Será inevitável que o governo brasileiro seja forçado a abrir o mercado para outras empresas aéreas, rompendo o duopólio TAM-GOL. O gatinho angorá Moreira Franco negocia o assunto. Se novas empresas entrarem aqui, em um novo sistema de aviação regional, Hrinak poderá vender seus 737 Max e sair do prejuízo com a derrota na venda dos caças F-18.

Sem dúvida alguma, quem se deu bem com a definição pelos suecos foi nossa Aeronáutica. Todo mundo sabia que velhos caças estavam inoperantes. Literalmente, não podiam sair do chão. Por isso, o acordo com a Saab, que é uma divisão da Scania, foi definido com urgência, mesmo contra a pressão dos norte-americanos da Boeing e dos franceses da Dassault. E a vantagem maior: nossos militares poderão participar do desenvolvimento do Gripen NG.

Ontem, outra notícia salvadora. Karin Enström, ministra da Defesa Suécia, prometeu ceder, logo no começo do ano de 2014, caças Gripen C/D para a FAB. Será a salvação, porque os nossos caças atuais não saem mais do chão. A licença do software deles está vencida. Por isso, avião novo é um caso de urgência urgentíssima. Os militares já estavam pressionando o governo há muito tempo. E o Gripen zero bala só chega em 2018...

Além da FAB, quem se deu bem nessa história do Gripen foi o prefeito de São Bernardo do Campo. Luiz Marinho, desde o começo das negociações, sempre foi o grande lobista da Saab. Chegou até a criar rusgas com o padrinho Lula – que chegou a escolher os franceses e depois os traiu, como bom sindicalista de resultados e pragmático colaborador do DOPS da dita-dura. Agora, como a fábrica do Gripen será em SBC, até Lula vai tirar onda de que ajudou trazer o negócio para a cidade em que mora...

Quem se deu mal na história, além dos norte-americanos e franceses, foi o ex-ministro da Defesa. Nelson Jobim foi o maior defensor de que a FAB fechasse com a turma da Dassault. Depois, quando o negócio não vingou, Jobim partiu para oferecer, nos bastidores militares, a alternativa de adquirir aviões russos – o que ainda não está descartado, na emergência, até o primeiro dos 36 Gripen chegar em 2018... Agora, para Jobim, o esquema entrou em ritmo de dane-se o avião...

Uma coisa é certa. A parceria com os suecos, se não for sabotada por forças ocultas, parece uma boa para o Brasil. A Embraer também deve entrar na parceria com a Saab. Se tudo der certo, daqui a duas décadas, o Brasil pode ter uns 100 caças Gripen operando por aqui. E a fábrica de SBC ainda poderá exportar aviões.

Tal futuro pertence aos senhores deuses da guerra comercial... Se eles deixarem, vamos decolar... Do contrário...

Comigo ninguém pode...


Estamos juntinhos


The book is on the prision


Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 20 de Dezembro de 2013.

7 comentários:

Manoel Vigas disse...



Saudações.

ENQUANTO OS AUTISTAS JORNALISTAS BRASILEIROS PERMANECEM “informando” QUEM É QUEM NO PRÓXIMO “pleito de 2014”, OS EUA RECONHECEM A CORRUPÇÃO TOTAL DA URNA BRASILEIRA.

É O QUE VENHO INSISTENTEMENTE DENUNCIANDO:

“A DESINFORMAÇÃO É ENDÊMICA, TOTAL,
E ESTA PRESTANDO INESTIMÁVEL SERVIÇO AO COMUNISMO INTERNACIONAL E/OU GOVERNO MUNDIAL”

CONFIRA:
***********
sexta feira, 20 de dezembro de 2013-12-21

EUA multam Diebold,
fabricante das urnas eletrônicas brasileiras,
em R$112 milhões por corrupção

MAIS DETALHES EM:

http://www.folhapolitica.org/2013/12/eua-multam-diebold-fabricante-das-urnas.html

***********
NOTA:
TODA E QUALQUER PROPOSTA DE "usar a constituição" É UMA AGRESSÃO A INTELIGÊNCIA, ...

SIM,
INTELIGÊNCIA ATÉ DE BRASILEIROS!

Atenciosamente.
Manoel Vigas

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Prezado Serrão: Tenho alguma vivência na aviação ,como piloto (PPA/PPP)e dono de aeronave.
Acho essa "badalada"compra dos 36 caças um despropósito. A única vantagem será a aquisição da tecnologia respectiva. Mas o preço é muito alto. Seria mais sensato o uso da tecnologia disponível (EMBRAER,etc.)e "investir"nas novas tecnologias para o futuro. Parece desperdício consumir tecnologia que não se produz.Além disso,longe está a perspectiva de guerra com o Brasil.A"grana"poderia ter sido gasta em outras necessidades.

Anônimo disse...

Só pra constar: a turbina desses aviões é norte-americana; boa parte da eletrônica, ídem. Então, devagar com o andor.

Anônimo disse...

Nada do que parece é! Acredito que o codinome "Presidentro" seja o codinome para o Gilbertinho! Estou certo ou não?!?!"Cartas para esta redação!"

Mauro Rubem de Paiva Moreira disse...

Menos Serrão,menos. Caça que não pousa em porta-aviões. Caça com autonomia de voo de apenas 800 quilômetros em um país de dimensões continentais. Caça com aviônica e turbinas de fabricação americana,logo, passível de bloqueio. Muita grana para fabricar apenas 40% do projeto. Avião ainda em na fase de projeto, portanto, passível de inúmeros erros de fabricação. Avião monomotor, se falhar, é "prejú" na certa. Muita euforia para algo que só se completará em 2026. Menos ufanismo Serrão, menos. É conhecida a preferência de nossos pilotos pelos Hornets, os verdadeiros aviões de caça do mundo. O resto é resto.

Anônimo disse...

Prezado Serrão,
O zé-pilantra cuidando do arquivo?
TUDO A VER!!!
O zé é um verdadeiro arquivo-vivo ambulante e, se mijar fora do penico, pode se tornar um arquivo-morto famoso, tal qual o ex-prefeito de Santo André.
Os quadrilheiros petralhas sabem cuidar de seus ex-homens de confiança...

Fábio disse...

A tá, cédula de papel que ê bom né? kkkkk