quinta-feira, 25 de setembro de 2014

País de Tiriricas e Malufs


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Humberto de Luna Freire Filho

O Brasil é um país dirigido por quadrilheiros. Dá vergonha de ser brasileiro, principalmente se você for ao exterior. Tudo o que você comentar a respeito do que acontece no país, em termos de administração pública e política, soa como piada.

Eles, os estrangeiros de países civilizados, não acreditam que possa haver tanta podridão e impunidade concentradas nos três poderes da República.

O Executivo compra usando dinheiro público; o Legislativo se vende recebendo dinheiro público e o Judiciário sacramenta toda essa podridão por conta das nomeações escusas promovidas pelo Executivo.  É desanimador, não deixa perspectivas.

O estado mais rico da federação, e tido com o de melhor nível cultural do país, elege para membro do Congresso Nacional, com uma das maiores votações da história dada para o cargo, um palhaço analfabeto.

O segundo mais votado não passa de um ladrão do erário, procurado pela polícia internacional e que se pisar fora do território nacional será imediatamente preso, mas circula livremente nos corredores da Câmara.



O Senado foi dirigido por muito tempo por uma corrupto, que há 50 anos suja a política e transformou o seu estado, o Maranhão, em uma capitania hereditária. Foi substituído na função por um não menos corrupto, que no primeiro momento se vendeu ao poder Executivo.

É triste e desanimador para o cidadão que trabalha, paga impostos e vive de acordo com sua consciência esclarecida, ver toda essa podridão e sentir-se totalmente impotente e mais, consciente de que seu voto  independente será vencido pelo voto de um analfabeto, que teve seu título de eleitor anotado e rastreado e, consequentemente, submetido seu voto para mais um corrupto em troca de uma garrafa de cachaça.

Que país é esse? Aconselho aos jovens brasileiros, que não forem negros, que não forem índios, e que não forem gays, que saiam do país, pelo menos temporariamente.

Vocês não terão futuro nesse país dominado há doze anos por corruptos e por minorias que querem impor suas verdades às maiorias.


Humberto de Luna Freire Filho é Médico.

Um comentário:

O Libertário disse...

Doutor, essa é a segunda opção. A primeira é tomar coragem e formar também seus "Movimentos Sociais para o Bem" compostos por gente que presta. Assim compostos ir às ruas, enfrentar os baderneiros oficiais, cercar palácios e exigir respeito às pessoas de bem por parte dos governantes pagos por quem trabalha e produz.