segunda-feira, 1 de julho de 2019

Agradecimentos aos Idiotas



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Este artigo NÃO é destinado aos amáveis leitores. Há seguidores brilhantes que em seus comentários mostram ter uma posição ideológica contrária a minha; ou são mais afoitos ou, ainda, estão mais angustiados. Respeito a todos.

Algum idiota que por engano chega a este site (www.alertatotal.net) logo vê que esta não é sua praia e bate em retirada.

Posso afirmar que os leitores contumazes e os esporádicos recorrentes constituem a elite pensante deste país.

Pouco importa se sugerem medidas inexequíveis ou utópicas para o novo governo. O que vale é sua boa fé.

Os traidores enrustidos, passados seis meses do novo governo, começam a pensar que tudo ficará por isso mesmo, e põem as “manguinhas” de fora.

Tudo está sendo devidamente observado e anotado para as cobranças futuras.

E, “despacito”, as coisas voltam a entrar nos eixos.

Dona Onça, por “humana”, padece de nossos mesmos defeitos e qualidades. Preguiça, acomodação na zona de conforto, amor à Pátria, amor próprio, amor ao próximo.

Os idiotas militantes, se muito, amor tadela.

Talvez não conheçam o ditado: “Asno se esfrega em asno”.

Parafraseando Napoleão: “O Brasil não pode prescindir de seus filhos mais capazes!”

O contraponto é importantíssimo na música.


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

2 comentários:

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Meu Caro Professor Mantiqueira: Só tem um "pequeno" detalhe: a tal "elite pensante" desse país constitui uma insignificante minoria de no máximo 5 milhões de pessoas,que nessa "democracia degenerada",portanto,nessa"oclocracia",são forçadas a entregar os seus destinos à grande massa de ignorantes e de gente sem caráter,que são muito mais numerosos e, por isso mesmo,poderosos. Com esse tipo de gente o Brasil jamais sairá do atoleiro. E devemos também considerar que a derrota dessa gente nas eleições de 2018 não foi definitiva,e sim talvez "provisória","acidental". E as "coisas" não mudarão se dependerem tanto da constituição e das leis vigentes, quanto dessa democracia avacalhada. Creio até que,excepcionalmente,o DIREITO DA FORÇA DEVERIA SUPLANTAR A FORÇA DO DIREITO,simplesmente porque o direito positivo, as leis, estão totalmente corrompidas. E Bolsonaro não tem tido a capacidade de compreender essa situação,como deveria,apesar de possuir os poderes necessários.

Anônimo disse...

O que Dona Onça mostrou foi um amor em si mesma ou ela percebeu que ainda não há motivo para agir, já que as manifestações do povo do bem são harmoniosas, com direito a músicas do rei Roberto Carlos cantadas por uma multidão que nunca se viu.Só posso desejar o " maior amor do mundo" a esse povo maravilhoso de quem me orgulho muito.Por isso dona, Onça tem que agir é no Congresso Nacional tirando o eixo do mal de quem me envergonho!