sexta-feira, 13 de março de 2020

Confraria Nacional dos FDP



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Não tenho medo do corona vírus.

Preocupo-me com os traidores e/ou ladrões.

Em relação a eles não lavo minhas mãos.

Estejamos todos preparados para as “punhaladas” que serão dadas sob pretexto da pandemia. Prefiro a expressão pandelate, devido a cachorrada do cão egresso.

Diz o ditado: “De tanto ir o jarro à fonte um dia se rompe”.

Temos sido feitos de “trouxas” pelos sucessivos desgovernos desde 1985: a Nova República do Crime Organizado.

A união dos canalhas contra o Presidente Bolsonaro é uma confraria execrável.

Nosso Mito denunciou a fraude nas urnas que o impediu de ser eleito no primeiro turno na eleição de 2018.

Vai ficar por isso mesmo?

Ou teremos que esperar pelo primeiro linchamento de uma “otoridade” prevaricante?

Em breve assistiremos ao filme “O crepúsculo dos bunda-moles”.

A Inglaterra entrou na Primeira Guerra Mundial como a maior potência militar do mundo e saiu uma de segunda classe.

Sucumbiu à pujança dos Estados Unidos da América.

"In vim non argumentandi”.

A boiada está prestes a estourar. A escória que se cuide.

O povo vai pra cima da Confraria dos FDP – indo ou não para rua.


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

2 comentários:

Anônimo disse...

Eu também não tenho medo desse virus, pois se tivermos de morrer, vamos morrer com honra, com dignidade.
Vamos ficar de olho nas canalhas que estão sabotando o governo. E o Presidente precisa ver essa questão das urnas eletrônicas.
Eu penso que até ele, às vezes, é manipulado pelo mimimi com instituições que não pautam pela legitimidade. Que legitimidade tem congressistas que só legislam em causa própria para se blindar das leis? Que legitimidade tem um STF que muda o entendimento das leis, da constituição para blindar corruptos, ou qualquer criminoso? Eu pergunto: Por que temos que agir com legitimidade com quem não tem legitimidade nenhuma?
O que os militares têm que entender é que a intenção desses alienígenas é transformá-los em milícias apoiadoras de governos ditatoriais e que se eles não se unirem ao povo e reagirem agora, amanhã pode ser tarde demais. Não apenas eles como as polícias militares também.
Ou precisamos passar por uma guerra civil para fazer com que as coisas mudem?
Ou então que eles nos orientam como se livrar do ilegítimos.

Anônimo disse...

Quero ver quem vai nos indenizar pelos Ania de fraude eleitoral e por ter que esperar o segundo turno quando tudo poderia ter sido resolvido no primeiro.