domingo, 29 de março de 2020

O Mistério Chinês



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Percival Puggina

Durante muitos séculos, embrenhar-se na direção do Oriente era, para os europeus, uma aventura cercada de tantos temores quanto lançar-se ao Oceano Atlântico no prelúdio das Grandes Navegações. Fantasias, lendas, superstições. Caberia a Marco Polo, no último quarto do século XIII promover, meio a contragosto das autoridades venezianas, a aproximação com o gigantesco país asiático.
 Imensa maioria dos leitores destas linhas ainda não era nascida quando a China, em 1949, após longa guerra civil, mergulhou na escuridão, tomada pelas mãos tirânicas de Mao Tsé-Tung (ou Zedong) e do Partido Comunista Chinês. A partir de 1976, com a morte de Mao, o regime girou para uma economia capitalista, sem que o partido abrisse mão da condução totalitária do país. Isso permite, a qualquer juízo prudente, identificar a China como um Estado nacional perigoso. Dele não se esperam virtudes, nem valores de nosso apreço. É bom vender para eles, é bom comprar deles, mas evitem-se as más companhias. O comunismo chinês, embora “podre de rico”, não é menos apaixonado pelo poder, nem menos genocida do que os demais experimentos análogos. Apenas é mais esperto e errou menos, dentro do grande erro que é o comunismo. Hoje transmite sua experiência para o Vietnã e para Cuba: Partido Comunista como partido único, capitalismo e ditadura.
 Por isso, não é demasiado lembrar os séculos durante os quais o Oriente, envolto em mistério, suscitava temores. Nada a ver com os muitos povos que compõem a população chinesa, mas tudo a ver com o poder político local e o poder financeiro internacionalmente exercido pelo regime que controla o país.
Se o capitalismo fez bem à economia e vai tirando da pobreza centenas de milhões de chineses, a ditadura do PCC ainda não ouviu falar em liberdade de opinião e transparência das instituições. Ao contrário, divulgar o surgimento do coronavírus transformou num inferno a vida do Dr. Li Wenliang.
Não têm a menor credibilidade os números que o governo chinês divulga sobre os efeitos do novo vírus em sua população. O que há algumas semanas era identificado como teoria da conspiração hoje quase dá para autenticar em cartório. Enquanto os disparates estatísticos chineses berram aos nossos ouvidos e sob nossos olhos, a imprensa brasileira não lhes dedica uma notinha de três linhas e só falam no “grande parceiro comercial do Brasil”. Ou seja, é tudo business? Mas quando Bolsonaro expressa sua angústia com a paralisia das atividades é acusado de estar preocupado com a economia e não com as vidas humanas. E eu devo dormir com um barulho desses?
Ontem (27/03), aqui em Porto Alegre, numa imensa carreata com mais de cinco quilômetros, empresários, autônomos, comerciantes e prestadores de serviços clamavam pela reabertura de seus negócios. Eram pessoas responsáveis, chefes de família, com idosos de sua afeição, unidas para a defesa do direito de proverem seu sustento. Também ontem, João Dória, “o rebelde” almofadinha, a mais estampada antítese de Bolsonaro, novo queridinho da mídia nacional, após armar um circo contra o presidente da República, conclamou a poderosa indústria paulista a se manter ativa. Business!
A grande imprensa brasileira assumiu-se com partido político de oposição. Dedica-se exclusivamente a criticar o governo, exigindo que ele faça tudo para todos. E que faça já. É a coisa mais parecida com o PT que já se criou no Brasil.
Percival Puggina é arquiteto, empresário e escritor.

2 comentários:

Anônimo disse...

Certíssimo os empresários gaúchos gostariam que lessem:

A BOMBÁSTICA A REVELAÇÃO de Ernst Wolff especialista em Finanças, autor do livro:
"Finanz - Tsunami" isto é, " O Tsunami Financeiro", lançado em 2017 e sinalizou o que estava por vir.
Ernst Wolff fala sobre o que realmente corre nos bastidores do "CORONA Vírus."e o envolvimento direto da Organização Mundial da Saúde (OMS)

"Ernst Wolff: Corona und der herbeigeführte Crash. #Coronavirus", isto é , Corona e a induzida quebra da economia.
Entrevista:
https://www.youtube.com/watch?v=p_JCBai7I9I

Entrevista:
https://www.youtube.com/watch?v=v5TkFdYQDYA

Corona und der herbeigeführte Crash= Corona e a induzida quebra da economia.
Perguntas e respostas preliminares:
Internacionalmente orquestrado? Quem? Por quê?
A histeria coletiva = o controle dos povos.
Quem comanda e porque o colapso financeiro?
Quem está por trás e quem comanda a OMS? As Fundações que bancam a OMS são pessoas riquíssimas que abatem seus impostos etc
A Crise do Petróleo?
A corrida para o Ouro e Prata?
A Bolsa de Valores, quedas astronômicas favoreceu quem?
Por que permitiram o carnaval aqui ( Alemanha) se já sabiam o que estava em curso?
ETC...

Os Tsunamis financeiros segundo Wollf:
"-A primeira onda veio em 1998
-A segunda em 2007/2008 quando Bancos Centrais socorreram com bilhões os
bancos
-A certamente estamos na onda final 2020, onde as bolsas de valores tiveram
suas maiores quedas, os Bancos Centrais não tem como financiar, obrigando
assim os governantes correr em socorro do povo e ajudar para todos os lados, direito de ir e vir punido, fabricas e comercio sentenciadas ao fechamento levando-os a falência, baixar drasticamente os juros, voucher para os mais necessitados porque ficarão sem dinheiro, induzindo assim o povo a apoiar o seqüestro e confisco dos bens de todos e que pode culminar com uma hiper inflação etc..

AZK: Ernst Wolff:„Globales Finanzsystem: Die Lunte brennt ...“ = “O Sistema financeiro global: o fusível está pegando fogo” .
Em linguagem simples Ernst Wolff fala ao vivo para a platéia.
Imperdível
https://www.youtube.com/watch?v=GTxMUKjPc98

Os vídeos são em alemão, alguém poderia traduzir?
Façam chegar ao Presidente, porque Bolsonaro, tudo indica, está com razão e quanto mais sabemos dos ataques melhor a defesa.

AZK= ANTIZENSURKOALITION = COALIZÃO ANTE CENSURA

https://www.anti-zensur.info/azk17

aparecido disse...

A versão seculo XXI do partido Nazizta Alemão....o Brasil cercado por dois PCCs.. o PCC do Marcola e o PCC do Xi pinga.......