segunda-feira, 20 de abril de 2020

Os militares já estão no poder com Bolsonaro...



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Siga-nos no Twitter - @alertatotal

As manifestações de domingo (19 de abril, Dia do Exército e Dia do Índio) assustaram a cúpula, os operadores institucionais, os parasitas e os bandidos do Mecanismo. Eles odiaram, especialmente, a “aglomeração” de pessoas em frente ao Forte Apache, o Quartel-General do EB, em Brasília. O povo desafiou o tal isolamento social contra a pandemia de Coronavírus. A galera pediu “intervenção Militar”, invocou “AI-5”, fritou “Fora, Maia”, “Maia, Ladrão, seu lugar é na prisão”, “Fecha o Congresso”, “Fecha STF”, “a nossa bandeira jamais será vermelha” e por aí vai... Subindo na caçamba de uma caminhonete, com a voz rouca, o Presidente Bolsonaro fez um rápido discurso de dois minutos e meio, até que um ataque de tosse o obrigou a parar:

“Eu estou aqui porque acredito em vocês. Vocês estão aqui porque acreditam no Brasil. Nós não queremos negociar nada. Nós queremos ação pelo Brasil. O que tinha de velho ficou para trás. Votamos pelo novo Brasil pela frente. Todos sem exceção precisam ser patriotas. Temos de acreditar e fazer nossa parte para colocar o Brasil no lugar de destaque que ele merece. Acabou a Era da patifaria. Agora é o povo no poder. Mais que um direito, vocês têm obrigação de lutar pelo país de vocês.  Contem com o apoio do seu presidente, para fazer tudo que possa manter a nossa democracia e garantir o que é mais sagrado entre nós: a nossa liberdade. Todos no Brasil tem de entender que estão submetidos à vontade do povo brasileiro. Todos nós, um dia, juramos dar a vida pela Pátria. Vamos fazer o que for possível para mudar o destino do Brasil. Chega da Velha Política. Agora, é Brasil acima de tudo e Deus acima de todos”.

Bolsonaro seguiu caminhando pelas ruas de Brasília, sendo saudado aos gritos populares pelo apelido que mais gosta: “Mito”... O Presidente acenou, à distância, para a multidão. Por ironia, manteve uma “distância social” regulamentar (para ninguém na extrema mídia reclamar)... A fala de uma idosa destacou: “Você é a salvação do nosso Brasil, Bolsonaro”... O Presidente foi embora, acenando para a massa contida pela corrente humana de seguranças...

Logo depois das várias manifestações populares pelo País afora, o ministro Luís Roberto Barroso, considerado uma das vozes liberais do Supremo Tribunal Federal, twittou: “É assustador ver manifestações pela volta do Regime Militar, após 30 anos de Democracia. Defender a Constituição e as instituições democráticas faz parte do meu papel e do meu dever. Pior que o grito dos mais é o silêncio dos bons (Martin Luther King). Só pode desejar intervenção militar quem perdeu a fé no futuro e sonha com um passado que nunca houve. Ditaduras vêm com violência contra os adversários, censura e intolerância. Pessoas de bem e que amam o Brasil não desejam isso”.

Pessoal, olha que ironia da História brasileira, juntando as manifestações populares, o discurso de Bolsonaro e a reclamação do Barroso. Desde 1º de janeiro de 2019, embora muita gente sem-noção não tenha notado, estamos sob um inédito “Governo Militar eleito democraticamente pelo povo”. Quer mais estupefação? Tudo conforme os ditames da Constituição Vilã de 22 de setembro de 1988. Tem mais: a escolha do Capitão Bolsonaro e do General Mourão teve todo respaldo de uma eleição sob processo eletrônico de votação que o Tribunal Superior Eleitoral, dogmaticamente, impede de ser auditado pela impressão do voto – falha imperdoável criticada pelo vencedor Bolsonaro. É muita ironia...

Perdão, amáveis amigos e desagradáveis inimigos, soa como equívoco e redundância cobrar a volta de um “regime militar” durante o mandato legal e legítimo de Jair Bolsonaro. Vamos insistir: A tão pedida “Intervenção Militar” já aconteceu com a eleição de Bolsonaro e Mourão. Os candidatos foram apoiados, de forma escancarada, pelos Oficiais-Generais dos Altos Comandos das Forças Armadas... E Bolsonaro e Mourão (vamos repetir 13 mil vezes) foram eleitor pelo voto direto, conforme os mais elementares mecanismos democráticos de escolha: voto direto e livre...

Sim... Queiram ou não gostem alguns, os militares já estão no poder com Bolsonaro. Os ministérios de Bolsonaro têm mais militares que na época dos Presidentes-Generais (que entre 1964 e 1985 foram eleitos, indiretamente, pelo Congresso Nacional, em um regime que teve o respaldo das Oligarquias que sempre mandaram e desmandaram no Brasil). Quanta ironia... E agente ainda tem de lembrar que a tal Nova República foi uma concessão militar. Foi a força do General Leônidas Pires Gonçalves que garantiu a posse de José Sarney na Presidência da República, depois da inesperada morte do Presidente Tancredo Neves (escolhido pelo mesmo Colégio Eleitoral do Congresso Nacional que legitimou os Generais-Presidentes no Poder)... O Brasil é mesmo um caso para ser estudado pelos cientistas sociais de Marte, Júpiter e Vulcano (Socorro, Dr Spock)...

A galera nas ruas e nas redes sociais pedir “Intervenção Militar”, me desculpem, é um ato insano de redundância. Vou repetir: Estamos sob gestão legal e legítima de um “Governo Militar eleito democraticamente pelo povo”... Ou seja, os militares estão no poder até 31 de dezembro de 2022 – a não ser que o Mecanismo do Crime Institucionalizado tenha sucesso no golpe que tem ventando desde a eclosão da crise do coronavírus... Portanto, os militares no poder só precisam mostrar ao que vieram... Depois de um ano quase perdido, já está sendo montado o “Centro de Governo”, a partir da Casa Civil da Presidência da República... Novidades vêm por aí... E, para Barroso e outros não precisarem “soltar o barro” fora de hora, tudo será dentro das regras DEMOCRÁTICAS... Esta novidade incomoda a turma do Mecanismo...

Em vez de pedir “intervenção” naquilo em que já se está “intervindo”, o povão esclarecido precisa cobrar que o Governo Federal funcione, sem ser sabotado por manobras do Congresso Nacional ou por decisões equivocadas dos que se consideram “deuses do Judiciário”. Bolsonaro e seus militares no poder têm de neutralizar e vencer o Mecanismo Oligárquico, e realizar o Governo de Transição do Capimunismo Corrupto e Rentista para o Capitalismo Democrático no Brasil.

Vale insistir por 13 x 13: O povo organizado - que pensa, não é “cordeirinho”, estuda, trabalha e empreende – precisa criar círculos de formulação e debate para uma Nova Constituição. Só que isto é um trabalho longo, para uns 10 ou 15 anos. Por isso, de imediato, é fundamental intensificar a pressão pela Reforma Política (Voto Distrital e não obrigatório, fim de fundo partidário com dinheiro público, candidaturas independentes de partidos, cuja criação deve ser livre e simplificada, deixando de ser cartórios, além da redução no número de vereadores, deputados e senadores).

Tanto Bolsonaro quanto Barroso, com diferentes visões, chamaram a atenção para que o Brasil viva o momento presente e prepare o futuro... Por ironia da História, o Presidente da República e o liberal ministro do STF sinalizaram para frente, e não para trás... O Brasil não precisa de “ditadura”... Aliás, o País precisa se livrar da Ditadura do Crime Institucionalizado (que infesta, macula e domina todos os poderes da República). E a sacanagem tem respaldo Constitucional e do regramento excessivo que faz a festa dos bandidos, parasitas e tecnoburrocratas.

Bolsonaro tem razão: “Vamos fazer o que for possível para mudar o destino do Brasil. Chega da Velha Política. Agora, é Brasil acima de tudo e Deus acima de todos”. Quem não quiser isso, tem direito a bater panela ou pedir asilo diplomático na Venezuela, em Cuba, na China, na Rússia ou na puta que o pariu...

E vamos em frente, cuidando estrategicamente do presente-do-futuro, porque o Coronavírus, o Mecanismo e os boletos chegando não têm pena da gente...

Aos militares no poder, como recomendaria meu highlander amigo e veterano jornalista Idalício Manoel de Oliveira Filho, de 92 anos de idade, e ainda ativo na Assessoria da Prefeitura do Rio de Janeiro:

- “Liguem o Desconfiômetro, meus caros”...

Bolsonaro e Generais, sigam o conselho do jovem Idalício...


Idalício de Oliveira Filho, na foto de Francisco Edson Alves (Prefeitura do Rio), com a Remington na qual resume os atos do Diário Oficial

Releia o artigo de Domingo: Quando Bolsonaro dará troco no Mecanismo?

Reveja, também: A Coronaconstituição de Bruzundanga




Colabore com o Alerta Total

Jorge Fernando B Serrão

Itaú - Ag 9155 cta 10694 2

Banco do Brasil - Ag 0722-6 cta 209.042-2

Caixa (poupança) - 2995 013 00008261-7

Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Editor-chefe do Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas.

©
Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 20 de Abril de 2020.

16 comentários:

Loumari disse...

A Cegueira da Governação

Príncipes, Reis, Imperadores, Monarcas do Mundo: vedes a ruína dos vossos Reinos, vedes as aflições e misérias dos vossos vassalos, vedes as violências, vedes as opressões, vedes os tributos, vedes as pobrezas, vedes as fomes, vedes as guerras, vedes as mortes, vedes os cativeiros, vedes a assolação de tudo? Ou o vedes ou o não vedes. Se o vedes como o não remediais? E se o não remediais, como o vedes? Estais cegos.

Príncipes, Eclesiásticos, grandes, maiores, supremos, e vós, ó Prelados, que estais em seu lugar: vedes as calamidades universais e particulares da Igreja, vedes os destroços da Fé, vedes o descaimento da Religião, vedes o desprezo das Leis Divinas, vedes o abuso do costumes, vedes os pecados públicos, vedes os escândalos, vedes as simonias, vedes os sacrilégios, vedes a falta da doutrina sã, vedes a condenação e perda de tantas almas, dentro e fora da Cristandade? Ou o vedes ou não o vedes. Se o vedes, como não o remediais, e se o não remediais, como o vedes? Estais cegos.

Ministros da República, da Justiça, da Guerra, do Estado, do Mar, da Terra: vedes as obrigações que se descarregam sobre vosso cuidado, vedes o peso que carrega sobre vossas consciências, vedes as desatenções do governo, vedes as injustças, vedes os roubos, vedes os descaminhos, vedes os enredos, vedes as dilações, vedes os subornos, vedes as potências dos grandes e as vexações dos pequenos, vedes as lágrimas dos pobres, os clamores e gemidos de todos? Ou o vedes ou o não vedes. Se o vedes, como o não remediais? E se o não remediais, como o vedes? Estais cegos.

Padre António Vieira, in "Sermões"

Portugal, 6 Fev 1608 // 18 Jul 1697
Padre/Escritor

Loumari disse...

O que nasce serpente morre serpente. Vocês creram mesmo que é carregando os cabeças da Máfia de Rio de Janeiro e lhes colocar no topo do Estado, que haviam estes ser solução para o Brasil? Brasil é nação que partiu para a destruição.
Quando a gente lê o que vocês escrevem, o vosso estado de ser, o vosso nervosismo, revela claramente o vosso "GRANDE SOFRIMENTO".

Tanto o vosso presidente abomina o Comunismo que fez uma viagem a China, berço do comunismo radical, e foi se prostrar ante o Dragão Vermelho. Como vocês explicam esta atitude e comportamento de vosso amadíssimo presidente? Estão sendo aniquilados em cheio e não percebem disso.
A tecnologia que vai ser empregada para controlar a população por identificação facial, é a que o governo de messias bolsonaro comprou dos Comunistas, made in China.

Anônimo disse...

Esse ministro foi no twiter falar o mesmo blá blá blá de sempre. A situação pra ele é muito confortável. Eu não preciso nem falar, todo mundo sabe. E ademais, o congresso e o STF não deixa o Presidente governar.
Democracia? Que Democracia? Democracia para essas pessoas é quando eles podem ser ditadores.

Anônimo disse...

NUTAVAEL DIZ...
CHEGA DE FALACIA, CHEGA DE EMBROMAÇAO, CHEGA DE VILANIA, CHEGA DE HIPOCRISIA DE CERTAS PESSOAS QUE QUEREM DIRECIONAR O PODER PARA O LADO QUE LHES INTERESSA. SERA POR QUE? BASEADAS NOS ESTUDOS QUE FIZERAM NAS FABRICAS DE PRATICAR LESOES AO ERARIO PUBLICO?
NOSSO PAIS PRECISA DE MENOS FALACIA E MENOS INVESTIMENTO NA HIPOCRISIA CHAMADA INDEPENDENCIA DOS PODERES.
INDEPENDENCIA DOS PODERES, ONDE, QUANDO E PROVAS DE QUE REALMENTE ESTA INDEPENDENCIA EXISTE EM NOSSO PAIS.
VEMOS UMA SUPREMA CORTE FEDERAL E ELEITORAL RECHEADA DE HIPOCRITAS QUE VIVEM QUE NEM ESTAFETAS COM AJUDAS DIARIAS A QUARENTA PARTIDINHOS MULAMBENTOS.
VIVEM COMO FARAOS CHEIOS DE BENESSES E SERVIÇO PARA NOSSO PAIS QUE E BOM NADEGAS, NADEGAS E NADEGAS.
OS FARAOS DO EGITO ESTAO ALINHADOS COM OS QUARENTA PARTDINHOS MULAMBENTOS.
QUALQUER IDIOTA, SENADOR, DEPUTADO, VEREADOR DE QUALQUER PARTIDINHO MULAMBENTO COM UM MILHAO DE VOTOS PEDE ISTO E AQUILO E OS ESTAFETAS DE PLANTAO SAEM CORRENDO PARA ATENDER O PEDIDO E IMPEDIR QUE O INQUILINO DO PLANALTO COM MAIS DE CINCO MILHOES DE VOTAS SEJA IMPEDIDO DE EDITAR AS MEDIDAS QUE INTERESSAM AO POVO BRASILEIRO.
NOSSO PAIS E UMA FARSA QUE CONTINUA BATENDO NA TECLA ERRADA.
MISTIFICARAM AS CONDENAÇOES DO JUIZ MORO DIVIDINDO OS PROCESSOS PARA PROVOCAR A INADIMPLENCIA DOS MESMOS. E QUEM FOI O RESPONSAVEL OU RESPONSAVEIS PELO FEITO. OS JUIZES DA SUPREMA CORTE DE BOSTA BASEADOS NUMA CONSTITUIÇAO PROSTITUTA E PERNETA QUE E MODIFICADA PELOS QUARENTA PARTDINHOS MULAMBENTOS QUE NEM DINHEIRO PROPRIO PARA SE ELEGER POSSUEM. SURRUPIAM DO BRASIL O DIREITO DE TER JUSTIÇA DE PRIMEIRA COM GENTALHA DE TERCEIRA. MAIS DO QUE ISSO SO TRES ISSO PARA ABRIR OS OLHOS DOS GENERAIS, BRIGADEIROS E ALMIRANTE QUE AINDA NAO IMPEDIRAM OS CRIMES DE GUERRA PRATICADOS NESTA NACAO POR QUARENTA PARTIDINHOS MULAMBENTOS DE UMA SUPREMA CORTE FEDERAL E ELEITORAL DE BOSTA QUE SERVE DE ESTAFETA PARA QUALQUER DEPUTADO MEIA BOCA QUE NAO REPRESENTA NEM SEU ESTADO. ESTA E A DEMOCRACIA QUE VOCE DEFENDE SENHOR? REALMENTE A AI5 TEM QUE SAIR E RAPIDO ANTES QUE ESTEJAMOS TODOS ANDANDO NA RUA CHEIOS DE MAZELAS MENTAIS, ESPIRITUAIS E O FINALZINHO DE NOSSA VERGONHA VA COM OS RATOS E RATAZANAS DOS QUARENTA PARTINHOS MULAMBENTOS DE BOSTA DE NOSSO PAIS. QUE RAIO DE JUSTIÇA E ESSA QUE O BANDIDO ESTA SOLTO E AS MULHERES E HOMENS DE BEM DE NOSSO PAIS ESTAO PRESAS DENTRO DE UMA DEMOCRACIA DE BOSTA E UMA POLITICA DE BOSTA ALINHADA COM O QUE HA DE PIOR DE MUNDO. GENERAL HELENO POR FAVOR DE UM BASTA NO PUTEIRO CHAMADO TRES PODERES DE BOSTA DE NOSSO PAIS. DEMOCRACIA ONDE EM QUE LUGAR EM QUE CAPITAL EM QUE PREFEITURA E EM QUE ESTADO. SERA QUE SOMOS CEGOS, SURDOS MUDOS E BURROS QUE NAO VEMOS NADA? EM 64 FOMOS FELIZES E NAO SABIAMOS PELO MENOS ANDAVAMOS NAS RUAS SEM MEDO. ABAIXO COMIXAO DA INVERDADE DE MERDA PATROCINADA PELOS GUERRILHEIROS DE MERDA DE 64.

Anônimo disse...


rvchudo
sábado, 18 de abril de 2002
Coronavírus já tem partido e ideologia aqui no Brasil.
O coronavírus, que nem brasileiro é, já tem partido e ideologia aqui no Brasil. Como partido, por ser estrangeiro, é inconstitucional e não pode, por exemplo, ter atividade política com intenções de reeleger ou derrubar presidente nem pode, pela lei eleitoral, ter candidatos a prefeito, governador ou presidente da República. Esse estrangeiro oportunista, no entanto, está fazendo política e conseguindo matar brasileiros, empresas, empregos e renda.
Será que não percebemos que a politização e a ideologização do vírus são o que nos torna reféns desse perigo para a nossa saúde física, mental e financeira? E que o bate-boca ideológico só agrava a situação? Enquanto nos mandam cobrir nosso nariz e boca com máscara, na verdade quem se mascara para não ser reconhecido na sua personalidade política e ideológica é o corona. Superando a perplexidade do pânico que imobiliza o pensamento e a ingenuidade passiva de massa-de-manobra, é tempo de perceber que não se pode permitir que esse estrangeiro seja usado na disputa do poder. Politizar o vírus é potencializar seu poder de destruição. A manipulação a que temos sido submetidos por razões políticas é o velho truque de tirar vantagem no caos. E quem tem o caos como meta pouco está ligando para a sobrevivência dos brasileiros.
Veja uma questão óbvia. Descobriu-se que um velho conhecido remédio contra a malária é capaz de combater com êxito a Covid-19, desde que aplicado logo nos primeiros sintomas, sem sequer esperar o resultado do exame. A contraindicação é mínima, que o diga a ex-senadora Marina Silva, 62 anos, que já passou por cinco malárias. Em São Paulo, em alguns hospitais, a aplicação da hidroxicloroquina com azitromicina tem salvado vidas e recuperado rapidamente os doentes. Mas há resistências políticas, pois poderia significar uma vitória sobre o vírus e um antídoto contra o caos. O mundo inteiro está combinando esse remédio contra a malária com antibiótico ou antiviral, mas aqui não pode, opõem-se os que têm o caos como alvo.
Já se sabe que o vírus perde força no calor e num corpo jovem e saudável. O nosso país tropical tem 80% de brasileiros abaixo dos 50 anos. São quase 170 milhões de pessoas. Tirando dessa faixa doentes e primeira infância, ainda temos uma população de mais de 140 milhões que está sendo paralisada. Protegendo os de saúde debilitada, poderíamos segurar as duas pontas da crise: a doença e o despencar da renda. Em ambas, estão vidas. Mas se associaram ao corona, os subvírus da política, do ódio, da vingança, do egoísmo, da vaidade. Se nos isolássemos disso, cedendo espaço à razão, ao método, à união, amanhã estaríamos mais fortes.
Alexandre Garcia

Anônimo disse...

Alguém aí, por favor, me diga em que os fundões bilionários eleitorais são benéficos para o Brasil ou para os pobres. Rodrigo Botafogo corrupto, agora, diz, da bocarra para fora, que pensa nos pobres. Cara-de-pau, cretino, hipócrita, vai ser defenestrado do cargo logo, logo.

Anônimo disse...

Só quero lembrar que na época do regime militar, os governadores eram indicados pela cúpula e o STF não atrapalhava o presidente militar. Hoje o Bolsonaro e seus companheiros de farda são tolhidos por todos e são apenas rainha da Inglaterra.

Anônimo disse...

AS FFAA NO BRASIL SÃO UMA MAFIA QUE AI ESTÃO APENAS PARA COMBATER O PRÓPRIO POVO, ESTIVERAM TANTO TEMPO NO PODER E A UNICA COISA QUE FISERAM FOI DEIXAR O POVO NA MISÉRIA E AINDA FUNDAMENTARAM O NARCOTRAFICO COMO CARRO CHEFE, PRATICARM TODO TIPO DE CRIMES E SABOTAGENS QUE ESTA NA HORA ATÉ DE SEREM TERCERIZADAS E BANIDAS DOS PODERES, ASSASSINOS,TORTURADORES, SABOTADORES, NARCOTRAFICANTES, CONTRABANDISTAS, SÃO A VERDADEIRA MAFIONARIA, QUEM APOIA ESSES FDPS NÃO PASSAM DE UM BANDO DE CORNO MANSO... CADEIA NESSES BANDIDOSE FIM DESSES LADRÕES

DNA Journalism disse...

Este blog foi o início da minha militância. O ano foi 2005.

Um grande abraço para Jorge e o Sr. Idalício.

Cristiano Arruda

DNA Journalism disse...

Um comentário desse com uma parcela de verdades deveria ser publicado com nome e não anonimamente. Mas eu sei o que passei ao defender o Exército numa licitação danosa criada por Requião, Gleisi, Dilma. No final das contas eu fui roubado e o Exército não queria ver a minha face.

DNA Journalism disse...

A Rainha da Inglaterra tem muito mais poderes do que esses supracitados.

DNA Journalism disse...

E ainda ele quer que o povo não goste de Bolsonaro.

Anônimo disse...

Uma coisa que nenhum playboizinho esquerdista maconheiro de 17 anos pode apagar: a memória de quem viveu na tão defenestrada "dita-dura".

Podem vir aqui os mais célebres "intelectuais" dessa nova onda, os mais "perseguidos" e os mais "torturados" políticos e jornalistas de porra nenhuma que hoje vivem de pensões milionárias às minhas custas, de copiar e colar em seus MacBooks de quase 50 mil reais e não possuem NENHUMA cicatriz das surras que levaram no "pau de arara".

Eu vivi aquela época. Nasci em 1965 e posso dizer, com toda a autoridade dos meus bem vividos 54 anos:

1) Brincava na rua até de madrugada, sem medo de balas perdidas ou pedófilos na esquina;
2) Meu pai trabalhava e minha mãe ficava em casa, cuidando de mim e de minha irmã. Não tinha esquerdista filhinha de papai com cabelo e pentelhos pintados de azul dizendo pra ela que isso era opressão;
3) No colégio eu aprendi matemática, português, ciências, biologia e outras matérias, MAS NÃO APRENDI a andar pelado no pátio do colégio, a me vestir de garotinha, a me julgar superior aos professores, a me drogar, a odiar o presidente da república, etc, etc.
4) Com 17 anos comecei a trabalhar. Não teve filho da puta barbudinho e maconheiro para dizer ao meu patrão que era crime empregar menor de idade;
5) Durante os quase 20 anos que vivi da "dita-dura", nossa casa e nossos carros NUNCA foram roubados, e isso que vivíamos em uma das mais violentas cidades da região metropolitana de Porto Alegre: Alvorada.

Resumindo: VIVI aquela época, muito diferente de hoje em que o brasileiro SOBREVIVE. Naquela época o regime militar fez a coisa mais certa que um governante poderia ter feito à esse país: deixaram o povo em PAZ! Em todos os aspectos.

Hoje, esses crápulas disfarçados de senadores, deputados, prefeitos, governadores, etc só tem um objetivo em mente: infernizar a vida do povo! Em todos os aspectos.

Só tem 2 tipos de asnos que não conseguem entender essa diferença brutal do regime militar para esse atual: os playboizinhos maconheiros de 17 anos e os "intelectuais anistiados" que criam os primeiros.

Por isso eu digo, sem medo e sem receios de qualquer vergonha, de que SIM SOU A FAVOR DE UMA INTERVENÇÃO MILITAR! E quem não gostar que vá tomar no C*, pois já vem tomando à mais de 30 anos e não quer admitir que gosta...

Anônimo disse...

QUANDO ENTREI PARA O EXERCITO FOI PARA SERVIR A MINHA PATRIA E PROTEGER O MEU POVO,MAS O QUE ENCONTREI LÁ FOI A CERTEZA DE QUE ELES QUERIAM ERA PREVILÉGIOS PARA O EMPRESARIADO,GRANDES LATIFUNDIARIOS,BANQUEIROS CADA VEZ MAIS EXTRANGEIROS E O MEU POVO ESCRAVIZADO E NA MISÉRIA,PSL, PT,MDB,PSDB,CONGRESSO,SENADO,SUPREMO ETC.RECEBEM O NOME DE SISTEMA,TODOS BONECOS DE VENTRILOGO EBORRA BOTAS DAS MAÇONARIAS, UM CIRCULO VICIOSO.

Chauke Stephan Filho disse...

Palhaço! Quem cita Martin Luther King é um palhaço, ou alguém muito desinformado, no mínimo. Sim, ainda existe gente assim, décadas depois de criada a ciber-rede. Temos aí um efeito retardado da passada hegemonia cultural de esquerda.

O "pastor" MLK, na realidade, era chegado numa suruba. Nos hotéis onde se hospedava, ele recolhia mulheres ao seu apartamento e com elas fornicava em babilônicas orgias.

O campeão negro do antirracismo e homem de Deus exigia prostitutas brancas, mas não qualquer mulher branca. É das loiras que ele gostava.

Quanto ao príncipe da cabala satanista judeo-maçônica, nosso articulista Jorge Serrão, o que diz não é verdade. E se mente, não o faz por desinformação, trata-se de má-fé mesmo. Só pode ser, porque alguém como ele sabe muito bem o que se passou em 1964 e o que se passa agora.

Não, Serrão, os militares não estão no poder, eles estão no governo, mas não no poder. Se estivessem no poder, o judeu ministro Barroso (ele não aceita Nosso Senhor Jesus Cristo!) não estaria falando besteira tão pretensiosamente, como se fosse o arquétipo da virtude.

Na verdade, precisamos de um exército civil que possamos chamar de nosso. Aí, sim, a quarentena horizontal daria lugar ao poder horizontal.

E todos saberiam quem foi Martin Luther King, o canalha que a mídia esquerdista politicamente correta transformou em herói para destruir a raça branca.

ALMANAKUT BRASIL disse...

Perfis de esquerda fazem apologia a facada e incitam morte de Bolsonaro e apoiadores - 21/04/2020

https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/20036/perfis-de-esquerda-fazem-apologia-a-facada-e-incitam-morte-de-bolsonaro-e-apoiadores

A PACIÊNCIA TERÁ QUE ESPERAR PELO PRIMEIRO ATAQUE DO INIMIGO, PARA DEPOIS IR COM TUDO PARA CIMA E FAZER A ASSEPSIA GERAL, PARA NUNCA MAIS DEIXAR HERANÇA MALDITA PARA O FUTURO.

COSTA E SILVA ESPEROU OS ATAQUES DO PEÇONHENTOS QUE HOJE ESTÃO VIVINHOS DA SILVA, MAS ESQUECEU DE APLICAR AS PENAS DE MORTE E DE PRISÃO PERPÉTUA.

VÃO NA FRANÇA OU NO PRESÍDIO DE GUANTÁNAMO, PARA VER SE CARLOS "CHACAL" E OUTROS TERRORISTAS TIVERAM "SAIDINHA" POR CAUSA DE CORONAVÍRUS.