segunda-feira, 7 de dezembro de 2020

Realizações e sabotagens até 2022


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Siga-nos no Twitter e Parler - @alertatotal

Quem disse que pressão de opinião pública não funciona? A maioria apertadinha do Supremo Tribunal Federal – se não mudar de ideia até a proclamação da decisão final no dia 14 de dezembro – resolveu que Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia não podem disputar a própria reeleição. Ou seja, vale o que está claramente previsto na Constituição: não pode haver reeleição para presidência da Câmara e do Senado, na mesma legislatura.

Alem de Alcolumbre e Maia, o grande derrotado na manobra foi o relator da polêmica, Gilmar Mendes, que encontrou um jeitinho jurídico para a rasgada básica na Constituição. Gilmar arrastou para a armação os ministros Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Alexandre de Moraes. Nunes Marques também embarcou na proposta, só que vetou a reeleição de Maia. Ainda bem que Rosa Weber, Marco Aurélio Mello, Carmem Lucia, Luis Roberto Barroso e Edson Fachin decidiram valer o que está escrito na Carta Vilã de 1988. Final, placar esquisito: 6,5 a 4,5... Pode?

O grande vencedor da parada foi o Presidente Jair Bolsonaro. A maior prioridade – na verdade, uma necessidade urgente – dele é eleger o presidente da Câmara dos Deputados na próxima legislatura. Impedir a armação para a reeleição de Rodrigo Maia era fundamental. Tudo indica que Bolsonaro usará a força do Centrão para emplacar o deputado alagoano Arthur Lyra no cargo estratégico. O Presidente só deve rezar para ele não repetir a traição de Maia, que começou “amiguinho” do governo e acabou inimigo fidagal. Acontece...

A vitória foi importante. Mas os bolsonaristas não devem dar mole para kojac. O establishment já deixou claro que faria e fará de tudo para inviabilizar a reeleição de Bolsonaro. O plano permanente é sabotar o governo do jeito que for possível. Outra tática constante é o ataque sem trégua para tentar desmoralizar Bolsonaro e seus familiares, sobretudo os filhos “políticos profissionais”. Estrategistas da situação e da oposição ainda não têm certeza se o plano maléfico vai dar certo. O jogo previsível segue...

Já cansou repetir que um eventual sucesso reeleitoral de Bolsonaro vai depender do efetivo sucesso econômico – ou, principalmente, da percepção da população de que as coisas melhoram em termos de emprego, renda e capacidade de compra. Tudo mundo sabe e sente que o pandemônio motivado pelo coronavírus, além do medo, gerou o caos econômico. Agora, com a perspectiva concreta de vacinação em 2021, a expectativa é pela retomada da capacidade produtiva e consumista. Haveria US$ 10 trilhões de dólares reservados para investimentos pelo mundo afora.

A economia brasileira já voltou a acelerar. O problema é que continuamos com os mesmos problemas estruturais. O governo Bolsonaro ainda não conseguiu emplacar as principais reformas. Este seria o “ovo na barriga da galinha” para pavimentar o caminho à reeleição. A sociedade brasileira terá de pressionar os políticos para que as reformas aconteçam. A oposição fará de tudo para Bolsonaro não tirar proveito disto. As batalhas de 2021 acontecem em torno das realizações ou das sabotagens. Quem vencer tem tudo para levar o prêmio em 2022.

Certeza de jogo duríssimo e desleal até a sucessão presidencial. Não deve se repetir a vitória de um “outsider” como em 2018. Mas a reeleição do Bolsonaro ainda é uma possibilidade concreta, se ele assim o desejar e consolidar as pré-condições políticas e econômicas. Paulo Guedes aposta que sobrevive e vencer a parada. A oposição perdida também acredita que terá sucesso. Façam as apostas...

O covidão continua na área... Mais assustando, porém matando... Os brasileiros tentam ir às compras, mesmo na aglomeração... Bebuns também lotam os botecos... Com máscara ou sem... Parece que o famoso botão “F” está ligadíssimo...





Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Editor-chefe do Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. 


©
Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 6 de Dezembro de 2020.

9 comentários:

Sempre Mais do MESMO disse...

Descaramento e perversidade humanista:

A mente humana é interessante. Possui padrões mentais ainda fortes, mesmo que gerados em análises primitivas muitíssimo limitadas.
A obsessão primitiva por pertencer a grupos corporativos (necessidade primitiva), os julgamentos binários, usuais por gerar conclusões rasas, úteis e rapidas, embora imprecisas e tantos outros.

Assim a idéia de moral ou regras de comportamento valorizadas nas relações DENTRO COMUNIDADE CORPORATIVA em benefício da própria comunidade.

As contradições entre teoria e prática foram sanadas pela IDEOLOGIA onde estas convivem harmoniosamente porquanto ignoradas cinicamente (hipócritamente). Desta forma pululam as morais duplas: uma exigida internamente e outra exigida dos externos ao grupo corporativo.

A deturpação do entendimento através de SOFISMAS (falácias) traz fingido conforto às mentes e assim pululam justioficativas para SE PRATICAR o MAL EM NOME DO BEM.
O descaramento humano desconhgece qq limite:

A morrer à fome num sótão em Amesterdão, morta em Bergen-Belsen por razões humanitárias.

https://videos.sapo.pt/UMY1Ic2F60d1m7w3fcrm

Afinal quando o Reinhard Heydrich propôs a "Endlösung der Judenfrage" na conferência de Wannsee foi tipo a Madre Teresa a discursar na ONU pelos famélicos da terra. Este senhor apresenta todos os dias o telejornal na televisão pública.

Anônimo disse...

Ao apoiar o enrolado Lira, o Bolsonaro está enterrando a sua reeleição. O eleitor não suporta traição.

aparecido disse...

Mourão deu a senha e os militares trabalharam...colocaram a morcegada no seu devido lugar...no escurinho ...

aparecido disse...

Assassinos que entregam doenças para vender os suprimentos e os remédios.. isso já era esperado...O maior crime contra a humanidade já feito...vão ficar impunes ??? derrubaram o Trump e elegeram um cãozinho poodle nos steites...que vai deitar no colo do xi pinga....a China esta recolonizando o mundo no melhor estilo do ingleses há 300 anos atrás...cada ato feito por eles é copia exata da colonização europeia no mundo...quem conhece a história percebe facilmente isso...é só estudarem como foi feita a colonização nos séculos 16 ao 19 e ver como isso tudo terminou que saberemos o que vai acontecer com os chinas...Os Europeus colonizavam com companhias exploradoras, padres ou pastores, espelhos e miçangas..e DOENÇAS CONTAGIOSAS...e vendiam produtos industrializados e compraravm comodities...os espelhos atuais são os celulares.. as miçangas são as quinquilharias baratas e inuteis,,os padres são os intelectuais vermelhos e os capitães do mato são os politicos internos.. como a boneca Doriana...A historia se repete como farsa.

Anônimo disse...

PRESSÃO DA OPNIÃO PUBLICA DE NADA VALE MESMO,POIS SE TIVESSE ALGUM VALOR A DUPLA CHUMBINHO E PÓRVA SECA JÁ TERIAM IDO PARA OS QUINTOS,POIS COM O PREÇO DOS ALIMENTOS,TARIFAS,COMBUSTIVÉIS,IMPOSTOS,TAXAS,TARIFAS,DOLAR E DE TUDO MAIS DE ONDE ELES POSSAM ROUBAR DO POVO AOPINIÃO PUBLICA JÁ TERIAM MANDADO ESSE MAFIOSOS PARA A CASA DO CARALHO...

Anônimo disse...

A questão é: por que Nunes Maia vetou apenas a reeleição de Rodrigo Maia, sendo favorável à reeleição de Davi Alcolumbre? Apenas um detalhe: Davi Alcolumbre é judeu, como ele mesmo já teve oportunidade de declarar. Qual foi o primeiro país visitado pelo presidente Jair Bolsonaro, imediatamente após vencer a eleição presidencial de 2018? Resposta: Israel. Qual foi a primeira grande reforma aprovada pelo Congresso Nacional, com o empenho ardoroso e explícito do governo federal? Resposta: a reforma da Previdência Social. Quem se beneficiará com essa reforma, no que diz respeito a contratações de planos de previdência privada, uma vez que o valor das aposentadorias e pensões serão pífios? Resposta: os bancos. Quem controla os grandes bancos? Resposta: os judeus. O Coaf - Conselho de Controle de Atividades Financeira, órgão que tem a missão de prevenir e combater a lavagem de dinheiro e o financiamento ao terrorismo -, inicialmente subordinado ao Ministério da Justiça, está agora subordinado ao Banco Central. Quem controla o Banco Central? Os banqueiros. Logo, o controle do Coaf está indiretamente sob o comando de quem? Resposta: dos judeus. Pobre povo brasileiro.

João Guilherme Maia disse...

Será que o STF está mudando e resolveu voltar a respeitar a Constituição, que há muito eles tinham deixado de ser os guardiões dela.

João Guilherme Maia disse...

Será que o STF está mudando e resolveu voltar a respeitar a Constituição, que há muito eles tinham deixado de ser os guardiões dela.

João Guilherme Maia disse...

Será que o STF está mudando e resolveu voltar a respeitar a Constituição, que há muito eles tinham deixado de ser os guardiões dela.