quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Viva o Povo Brasileiro! Viva Lula Presidente!

Título alternativo: Décimas para um País sem Futuro!




Poesia Política no Alerta Total - www.alertatotal.net


Por Francisco Barros Alves


Brasil, país sem futuro,

Onde a malandragem impera,

É o país da quimera,

Da patinação no escuro.

Há muito tempo eu procuro

Um Brasil inteligente,

Mas só encontro demente

Que apóia trambiqueiro.

Viva o povo brasileiro!

Viva Lula presidente!

 

Esse Brasil da trapaça,

Brasil de Macunaíma,

É mesmo uma obra-prima

Inspirada na desgraça.

Eu jamais vi pior raça,

Preguiçosa e decadente...

Ô povinho inconsequente

Que adora um cachaceiro.

Viva o povo brasileiro!

Viva Lula presidente!

 

Brasil de ladrões repleto,

Cheio de politiquice,

Que rima com canalhice

Gosta de líder incorreto,

CorruPTo e analfabeto,

Mentiroso e maldizente,

Vagabundo, incompetente,

Falastrão, vil e matreiro.

Viva o povo brasileiro!

Viva Lula presidente!

 

O povo da nossa terra

Adora a corrupção,

Não tem qualquer reação

Quando a economia imperra.

Não se revolta, não berra,

Fica calado e silente,

Aceita covardemente

Pois gosta é de trapaceiro.

Viva o povo brasileiro!

Viva Lula presidente!

 

O Brasil é uma beleza!!!

O melhor país do mundo

Pra malandro e vagabundo

E quem gosta de safadeza.

Aqui não há mais tristeza

Quando estão roubando a gente.

Ao contrário, de repente,

Grita-se ao mundo inteiro:

Viva o povo brasileiro!

Viva Lula presidente!

 

Ladrão vira deputado;

Vigarista, senador;

Viado, governador

Ou um ministro de Estado.

Tudo aqui é esculhambado,

Uma coisa deprimente!

Somos um povo indecente,

Isto virou pardieiro.

Viva o povo brasileiro!

Viva Lula presidente!

 

Brasil levado da breca,

Brasil de vil parlamento,

De vagabundo nojento

Com dinheiro na cueca.

Já tô ficando careca

De ver tanto prepotente

Metido a moço decente

Não passar de caloteiro.

Viva o povo brasileiro!

Viva Lula presidente!

 

Aqui até o ladrão

Mais famoso do país,

Todo mundo sabe e diz,

Tem quatro dedos na mão.

Imagine, meu irmão,

Se o tal desse delinquente

Tivesse uma igual a gente...

Roubaria o mundo inteiro.

Viva o povo brasileiro!

Viva Lula presidente!

 

Meu Brasil, terra de otário,

É país do carnaval.

E queima raparigal!!!

Eita país perdulário!

Já vi até um vigário

E um que dizia ser crente

Ir gritando alegremente

Junto com um macumbeiro:

Viva o povo brasileiro!

Viva Lula presidente!

 

Num país como o Brasil

De maioria plebeia

Pode não ser má ideia

Ter um presidente vil.

Bom virar logo um canil

Latindo latinamente.

Porém, estarei ausente.

Não caio nesse atoleiro

Viva o povo brasileiro!

Viva Lula presidente!

 

Brasil, grande sindicato

De ladrões e vagabundos,

Um grande banco sem fundos,

Corpo moral putrefato.

Qualquer merda tem mandato

E anda com ar insolente.

Ô país benevolente

Com ladrão e bucaneiro...

Viva o povo brasileiro!

Viva Lula presidente!

 

 

O meu Brasil não tem jeito,

É terra de vigarista,

Paraíso de petista,

Não é um país direito.

Eu morro, mas não aceito

Ver esse tipo de gente

Saquear impunemente

Bilhões de nosso dinheiro.

Viva o povo brasileiro!

Viva Lula presidente!

 

Lula e sua camarilha

São um bando de ladrões

Que roubou alguns bilhões

Numa criminosa trilha.

Que perigosa quadrilha!

Zé Dirceu, polivalente,

Era seu lugar-tenente,

Delúbio por tesoureiro.

Viva o povo brasileiro!

Viva Lula presidente!

 

Brasil velho, te esconjuro!

Alcançou-te a maldição.

Para corruPTo e ladrão

Viraste porto seguro.

O teu corpo está impuro,

Gangrenado, improducente.

Para ti serve somente

Um bebum arruaceiro.

Viva o povo brasileiro!

Viva Lula presidente!

 

Coitado do meu Brasil

Que pede Lula de novo.

Pra governar este povo,

Um idiota e imbecil.

Eu vou pegar no fuzil

E vou lutar ferozmente

Antes de ver delinquente

Gritando no meu terreiro:

Viva o povo brasileiro!

Viva Lula presidente!

 

 

Filho ilustre de Mombaça no estado do Ceará, Francisco Barros Alves é um cordelista que exerce diversificadas atividades: jornalista, cronista, comentarista, taquígrafo, folclorista e poeta.

4 comentários:

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Fantástco.Maravilhoso.Irretocável. Jamais li quadro tão perfeito desse povinho e dos seus representantes políticos canalhas. É o resultado de uma democracia deterpuda.onse quase só gente que não presta prospera. De Maistre tinha razão: "cada povo tem o governo (e os politicos.acrescento eu) que merece. Povo que não presta tem políticos que não prestam. E a recíproca é verdadeira: politico vagabundo é sustentado por um povo de igual perfil.E isso nunca foi democracia,porém "oclocracia".

ALMANAKUT BRASIL disse...

O LUGAR DO BELZEBU DE NOVE DEDOS, E SUA CORJA, É NA CADEIA, ANTES DO INFERNO VIR BUSCAR O QUE É DELE.

MARISA GALEGA O AGUARDA NO COLO CAPETA, PARA ENFIAR A PANELA QUENTE.

ALMANAKUT BRASIL disse...

O LUGAR DO BELZEBU DE NOVE DEDOS, E SUA CORJA MALDITA, É NA CADEIA, ANTES DO INFERNO VIR BUSCAR O QUE DELE.

MARISA GALEGA O AGUARDA NO COLO DO CAPETA, PARA ENFIAR A PANELA QUENTE.

Anônimo disse...

Muito inteligente, como de costume, e perspicaz o artigo do nobre companheiro. Creio piamente na excelente intenção e boa fé do Sr. Mas, não posso deixar d registrar algumas impressões minhas: nós, o povo brasileiro, somos em regra, idiotizados ao longo d nossa história. Ainda hoje, somos processados como insumos da engenharia social, religiosa e bancária a níveis nunca dantes vistos.
Conheço poucos países além d.nossa terra Bela e mau arquitetada... Mas o egocentrismo, a vilania, a burrice da planície dos homens mérdios e todo tipo d vício a nós atribuídos - merecidamente - vi TB em todos locais em q estive. Diferenciam-se d nosotros pelo sistema q conseguiram implementar e pelo caráter preventivo (chegaram ou fizeram algo relevante antes). No mais, há casos d. Sucesso temporário ou permanente, mas com alto custo. Enfim, não adianta seguirmos com a polarização wxacerbada e manter espantalhos d lado a lado caminhando desunidos em direção ao fatricídio ideológico ou pior...
não haverá homem algum para realizar milagres e sintetizar o q anseamos. Talvez, esteja na hora d reconhecer a derrota d.inumeras instituições inúteis. Reconhecer inúmeros cargos privilegiados. Reconhecer os cidadãos especiais (salários, garantias, BENESSES, casas funcionais, serviçais, imunidades... Reconhecer a desnecidade absoluta das mordomias para os diferentões. Enfim, tomemos, pois o caminho da roça, após ter se servido na fila do pão, saíamos todos do mundo mágico d Oz em q Intelectuais, pseudo autoridades e poucos experimentados vivem. Dessa forma, espero q a Régua d Aço Temperado rasgue as folhas de pagamentos, as indenizações absurdas e q se queime os direitos adquiridos (parvamente e vilmente adquiridos) por serem Absurdos e irreais. Q se acabe com as dinastias jutistocratas d tribunais (eh Soh pesquisar os sobrenomes). Q se investigue o patrimônio d TODOS q ocuparam o poder ateh o último escalão. Q se revise os acordos antinacionais, contrários a causa brasilis. q se elimine o imposto d renda e tantos outros q sevem para extorquir o pagador pervertendo os mais humildes q se ferram no consumo. . QUEM QUER DINHEIRO DEVE IR PARA A INICIATIVA PRIVADA e se ela for quase criminosa em nosso amado BraZil, como sabemosnq eh, tentemos a sorte lavando louça e varrendo chão em outros países q tanto admiramos (esses admiradores d povo alheio sim eh q são um acinte a história dos q dantes aqui tombaram) Não há família melhor q a q temos nem terra melhor q nossa NAÇÃO. Não menos importante, as máquinas d reformar o Brasil devem ser as primeiras a se reformarem em seus clubes e igrejas a fim d permitir q os homens não institucionalizados, mas comcoragem e.caratwr multipliquem-se (ao contrário do livro do homem institucionalizado).
A Ford me lembra a Gurgel, q lembra os.boicotes contra a Gurgel impostos pelas demais montadoras d cacarecos, via fabricantes d.pecas e o malvado "carro popular", e sem nenhum governante q defendesse a indústria nacional. Avante nação d funcioriso púbRicos, Ubwristas, iFoodistas, que não fábrica.um.parafuso.
Todo o programa de televisão VIVE. D enaltecer o grande fulano, o Excelente ciclano. Se houvesse tanta gente ética e boa assim talvez estivéssemos melhor.
Saúdo a todX$ q tem ações na pirâmide vespa totalmente dissonante da.realidade; a todos q estão em casa com salários rigorosamente em dia sem produzir nada pq fizeram uma provinha e, no máximo uma entrevista d Brothers... Ora, vem Sr qualquer que seja e aperte mais e mais o nosso saco. Uma hora a coisa desanda...