terça-feira, 16 de fevereiro de 2021

O Covidão e a Nova Ordem Mundial


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Siga-nos no Twitter e Parler - @alertatotal

Covidão rima com confusão. Triste é que o vírus, em mutação, pode ser o menor vilão de toda a História. A fraudemia é mais assustadora. A narrativa é ilusória, leviana e charlatã. A indústria médico-farmacêutica lucra horrores com remédios e vacinas. A complexa doença tem efeitos colaterais imprevisíveis. O bicho ataca cada um de um jeito. Alguns morrem, e a maioria fica assintomática. Quem fica doente, mas sobrevive, herda problemas cardíacos, respiratórios, renais e sanguíneos (principalmente diabetes e colesterol alto).

Acontece que tais problemas são “fichinhas”. Os danos reais mais nefastos ao indivíduo, “infectado” ou não pela Covid, são o medo, a depressão e as manifestações egoístas e coletivas de falta de educação combinadas com a mais hedionda desumanidade. Piores que isso só as polêmicas políticas inúteis e a crise econômica mundial prestes a eclodir na rabeira da doença. Aliás, fica a dúvida: O caos vem antes ou depois do próximo pandemônio? Quem adivinhar, depressa, ganha uma poltrona de luxo na classe Executiva do voo para o inferno.

Os controladores do Globalitarismo (ops, da Globalização), detentores do Real Poder que comanda a famosa Nova Ordem Mundial, estão tirando grande proveito da “pandemia”. A narrativa de combate e prevenção à doença nem consegue esconder as descaradas medidas de Engenharia para o Controle Social. “Lockdown”, “Proteja-se”, “fique em casa”, “mantenha distanciamento”, “use máscara”, “tome vacina” & por aí vai são algumas das ordens emanadas pelos Poderes Públicos, a partir de determinações (ops, “recomendações) de “cientistas”. O mundo se transformou em um laboratório de horrores: Mortes, Medo, Incertezas, Espertezas e Malvadezas.

Com Covidão ou sem ele, os metacapitalistas mandam na humanidade. Eles apostam na fragmentação, na divisão, na desunião, na desorganização. Os planos dos globalistas & afins são postos em marcha rapidamente. O “fascinante” é que eles lucram em cima da fabricação constante de crises e supostas soluções para os problemas. Curiosamente, não raro (aliás quase sempre), alguns feitiços se voltam contra os feiticeiros. Os governos dos “Países Desenvolvidos” e dos “subdesenvolvidos” há muito erram na mão da Política Econômica. Assim, é constante o risco de explodir uma tsunâmica crise sistêmica.

As medidas restritivas de combate e prevenção ao Covidão fizeram mal às economias. A calamidade é global, com efeitos locais catastróficos. O ano de 2020 foi caótico. 2021 vai pelo mesmo caminho. Muitas cadeias de suprimento de matérias primas e insumos essenciais se quebraram. A bagunça gerou ou tornou evidentes desequilíbrios. A inflação, que parecia adormecida globalmente, volta com força total. Por anos, os bancos centrais - que de independentes têm nada - emitiram montanhas de moedas pelo mundo afora: dólar, euro, iene. Também foi emitida uma massa gigantesca de dívida pública.

O Covidão desnudou o defeito. Os países se viram forçados a fabricar e colocar em circulação mais papel moeda para tentar compensar os efeitos das tragédias sociais geradas pela doença fora de controle, apesar da incipiente vacinação repleta de incertezas. Há uma distorção de preços de ativos, com reflexos em todos os produtos. A especulação sai de controle. Criptomoedas criam distorções no sistema financeiro mundial. Só não se tem certeza de quando a bomba vai estourar.

Os desequilíbrios são econômicos, financeiros e, sobretudo, sociais. Estouram revoltas populares em todos os lugares do planeta. No Chile, no Brasil, na Argentina, em Hong Kong, Taiwan, na França, nos Estados Unidos (com protestos antirracistas e a inédita invasão do Capitólio. Chefes de governos são derrubados facilmente. Em Países desenvolvidos, porém com controle estatal maior sobre o cidadão, como a Alemanha, vivem clima de alta tensão social. Nos subdesenvolvidos, a confusão parece ainda mais evidente.

A Nova Ordem Mundial se beneficia do Covidão? Parece que sim, em termos do acirramento das medidas de controle via Engenharia Social. No entanto, o Covidão também bagunça o sistema de controle megacapitalista, na medida em que provoca ou amplifica o caos nas economias, com efeitos diretos de instabilidade política e convulsão social. O que vai acontecer, no curto e médio prazos? Só Deus sabe - e, no caso, para quem acredita Nele…        

O grande desafio é cuidar da saúde física, mental e espiritual. Sobreviver, até mesmo para aqueles mais ricos, nunca esteve tão complicado e difícil. As doenças fatais são “democráticas”. A morte iguala todos. Por isso, celebrar a vida, com sabedoria, e ter expectativa de futuro (melhor) são oportunidades valiosas.

O Brasil passa por um momento delicado de transição. Brevemente, saberemos “transição para quê?”... Vamos em frente… Porque atrás vem o Covidão e um bando de espertalhões que se aproveitam da doença...   

Triste Realidade da Medicina

 


Vídeo revela como se lucra com as doenças

 





 Adquira, também, o livro A ÚLTIMA MARCHA DA MAÇONARIA.

Para maiores informações clique aqui:

https://loja.umlivro.com.br/a-ultima-marcha-da-maconaria/p

Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Editor-chefe do Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. Secretário-Geral do Ibrasg - Instituto Brasileiro de Ativismo Societário e Governança.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. 


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 16 de Fevereiro de 2021.

6 comentários:

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Texto simplesmente iluminado,J.Serrão.Parabéns. E que venha mais !!!

Anônimo disse...

PARA NÃO CHATEAR O MUNDO NÃO FOI CITAR O PRIMEIRO GOLPE,MAS SEGUIDO DAS CRUZADAS E DA SANTA EQUISIÇÃO EU VOU PULAR A VENDA DE TERRENOS NO CÉU E A ESCRAVIDÃO DO NEGRO E A FABRICAÇÃO DE SANTOS AFRODESCENDENTES APENAS DEPOIS DELES COMEÇAREM A RECEBER SALARIOS... HITLER E A SEGUNDA GUERRA,MAS AMORTE DO KENEED E A IDA DO HOMEM A LUA E ESSE VIRUS É A PRÓPRIA CERTEZA QUE A MAÇONARIA AINDA VAI COMANDAR POR SÉCULOS... DESSA VEZ VOU DEIXAR O CANCÊR E A FACADA FAKE DO BOLSOLIXO DE LADO... ENTÃO AS ESTATISTICAS MUNDIALQUE NOS PROXIMOS ANOS UMALEVA DE IDOSOS DEIXARIAM ESSE PLANO INVENTAR UM VIRUS QUE APENAS MATA IDOSOS E MAÇON FOI MUITO FACIL... TUDO DOMINADO...

aparecido disse...

A visão da ciencia vai sair fortemente arranhada da atual crise sanitária...antes de Isaac Newton a ciencia tinha astrologia magia ocultismo alquimia e outras ias... Galileu Galilei e Newton criarm o metodo cientifico para analise dos fenomenos naturais e depois foi seguido por todos os cientistas depois deles... e com isso a humanidade fez todo o progresso conhecido........Agora temos globalistas e canhotos que não conseguiriam ser aprovados em um exame de ciencias da oitava série...falando e impondo regras nos meios de comunicação todos os dias...acabou a ciencia... e se isso tiver continuidade entraremos numa era de trevas, em que a posição politica ou social do demandante vai ser a regra...Alguém se lembra de Louis Pasteur que numa análise rigorosa dos fatos colocou o mundo frente a frente com os microorganismos, que até então não eram conhecidos...Temos que calar quem não tem formação cientifica sólida e ficam falando besteirol todos os dias...e o CRM tem que cassar o diploma de medicos em associações ideológicas falsamente com nome de médicas falando e impondo o que não sabem e não conhecem...Sigam o lema da USP.. Scientia Vince...só com a ciencia conseguiremos fazer algum progresso.. quem não é do ramo que se cale...

Anônimo disse...

Perfeito o comentário. Preciso. parabéns e obrigado.

Kozel® disse...

kd o link do video do youtube?

Anônimo disse...

A confirmação do que foi dito no vídeo foi dada pelo programa do Grande Reset que garante que irá abolir todas as alternativas à Alopatia. Há muito anos, li que a família real inglesa se trata com Homeopatia e ninguém viu a rainha se vacinando contra a Covid-19.