quinta-feira, 1 de abril de 2021

Dia da Verdade: A Democradura no Brasil


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Siga-nos no Twitter e Parler - @alertatotal

Primeiro de Abril é o Dia Internacional da Mentira. Exatamente por isso, vale a pena celebrar a data com uma Verdade Inconveniente. O Brasil não é uma Democracia. Alegar que “somos um País democrático”, no qual “as instituições funcionam normalmente”, é uma descarada conversa fiada para enganar quem não quer ou não consegue enxergar, compreender e interpretar a realidade com base em conceitos e valores verdadeiros. 

Não temos pressupostos de Democracia no Brasil. Não temos Segurança Jurídica. O Direito é vilipendiado e cafetizado por uma cada vez mais sofisticada Organização Criminosa. Não temos Justiça. Os poderes não funcionam direito, em favor do povo, principalmente o Judiciário - que poderia ser uma balança contra abusos e desrespeitos aos princípios legais. Aqui também não exercitamos a “Razão Pública” - outro fator imprescindível para ser democrático. Ou seja, no Brasil temos uma Cleptocracia - Estado governado por ladrões.

Democracia no Brasil? Fala sério… Só se for “DEMO-Cracia” (regime do Demônio). Quem comanda e controla o País é o Crime Institucionalizado. Favor não confundir com “Facção Criminosa”. O Crime se organiza através da associação delitiva entre bandidos profissionais de toda espécie e os membros do Mecanismo Estatal, nos vários poderes (Executivo, Legislativo, Judiciário, Militar) e nos três níveis (União, Estados e Municípios).

O regime do Crime Institucionalizado não pode ser chamado de Democracia. Mas pode e deve ser xingado de “Democradura” (mistura canalha de democracia falsificada com ditadura criminosa). A organização criminosa estatal tem e exerce hegemonia sobre o Estamento Burocrático (ou Establishment). As oligarquias regionais que sempre mandaram (e desmandaram) no Brasil dividem o “Condomínio do Poder” com a bandidagem organizada. É a Anarquia Feudal. Vale a "Lei dos Homens". Tal verdade dói…

A mentira (repetida) enche o saco! Todo dia 31 de março e 1 de abril, a esquerdopatia festiva comemora o que chamam de “Golpe Militar” ou “Ditadura de 1964”. A turma da sinistra ideologia pinta o governo dos Presidentes Generais (1964 a 1985) como um tempo de “violação de direitos humanos, torturas e mortes de presos políticos”. Seus papagaios na mídia repetem dados contidos no livro “Direito à Memória e à Verdade” contando que “435 militantes políticos morreram sob tortura, tiveram suas mortes simuladas como suicídios e atropelamentos ou tiveram suas prisões não assumidas e seus restos mortais desaparecidos”.

Copia e cola o que a esquerda repete: “No Brasil, a radiografia dos atingidos pela repressão política ainda está longe de ser concluída, mas conforme levantamento da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos da SEDH-PR sabe-se que pelo menos 50 mil pessoas foram presas somente nos primeiros meses da ditadura militar e cerca de 20 mil brasileiros passaram por sessões de tortura. Além disso, existem 7.367 acusados e 10.034 atingidos na fase de inquérito em 707 processos judiciais por crime contra a segurança nacional; sem falar nas milhares de prisões políticas não registradas, nas quatro condenações à pena de morte, nos aproximadamente 130 banidos, nos 4.862 cassados, nas levas de exilados e nas centenas de camponeses assassinados. Ainda conforme levantamento feito pela Comissão Nacional da Verdade, 191 brasileiros que resistiram à ditadura foram mortos, 210 estão até hoje desaparecidos e foram localizados apenas 33 corpos, totalizando 434 militantes mortos e desaparecidos. E os agentes dos órgãos de repressão do Estado que foram até agora identificados, responsáveis pelas torturas e assassinatos, totalizam 337”.

(Parêntesis importantíssimo: Os Clubes Militar, Naval e da Aeronáutica lembram que 126 militares, policiais e civis foram assassinados por ações da chamada “luta armada contra a Ditadura”. É irracional e desumano comparar o “placar” de 434 a 126. Acontece que, a bem da verdade, a contabilidade funérea de ambos os extremos ideológicos deveria ser lembrada, historicamente, para que não se repita em escala mais mortal. O problema é que extremismo ideológico degenerou em facções criminosas e milícias que, há décadas, transformaram o Brasil em um cemitério no falso regime democrático).   

A tal Nova República (1985 até agora) foi e continua sendo inegavelmente mais feroz e assassina que a tal “Ditadura de 64”. Números assustadores comprovam o “Governo do Demo) no Brasil. A conta é amarga: O Atlas da Violência registra que ocorreram 618 mil assassinatos entre os anos de 2007 e 2017. Entre as vítimas fatais, 92% eram homens. A grande maioria jovens. O Fórum Brasileiro de Segurança Pública também traz outro dado mortal da Democradura pós-1985: tivemos 693 mil desaparecimentos entre 2007 e 2017. A taxa de solução dos homicídios dolosos é de lamentáveis 6% - conforme contas da Estratégia Nacional de Defesa e Segurança Pública.

Pelos números violentos, alguém em sã consciência ousa negar que já sobrevivemos em meio a uma Guerra Civil no Brasil? O Establishment da Nova República prefere não debater, publicamente, essas informações verdadeiras e assustadoras. Agora, a narrativa mortal só fala das mortes por Covid-19. Aliás, ficamos com a falsa impressão de que só se morre no Brasil por causa do vírus que veio da China. O fato concreto e objetivo é que o Crime Institucionalizado no Brasil exterminou infinitamente mais gente que o Covidão.

O Brasil tem de discutir, com seriedade e equilíbrio, a verdade inconveniente do extermínio diário de nosso povo. Celebrar ou condenar “Ditadura”. Devemos ter clareza sobre qual ditadura estamos falando. A ditadura que acaba com a gente (hoje e há muito tempo) é a Ditadura do Crime Institucionalizado. Ela assassina direta e indiretamente, via corrupção sistêmica, que extermina as oportunidades de progresso econômico e de desenvolvimento social.

O Dia Internacional da Mentira é justo e perfeito para lembrar da vergonha nacional que só agrava nossa tragédia em tempos de pandemônio do coronavírus. O Crime Institucionalizado é uma doença que o Brasil tem de curar, urgentemente. A Guerra Civil tende a se agravar, degenerando em conflitos sociais e violência descontrolada, turbinada pelo agravamento da crise econômica, com desemprego e falta de grana inclusive para comprar comida… Vida boa (aparentemente) só para quem tem renda para “ficar em casa” - até a hora em que a barbárie expulsar o acomodado da residência...

Haja vacina, galera! A Democradura tupiniquim é feroz!

Novos comandantes militares


O Presidente Jair Bolsonaro anunciou ontem os nomes e já foram empossados, em cerimônia relâmpago, os novos comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica.

No Exército: General Paulo Sérgio Nogueira. Na Marinha: Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos. Na Aeronáutica: Tenente-brigadeiro Baptista Júnior. 

Só para lembrar: o Chefe-Supremo das Forças Armadas é Jair Messias Bolsonaro (Capitão reformado, ex-deputado federal e Presidente da República eleito em 2018), e o Ministro da Defesa é o General Walter Braga Netto.

Resumindo: Risco absolutamente zero de qualquer “Golpe Militar no Brasil”. Mas, porém, contudo, todavia, o Crime Institucionalizado continua golpeando a Nação. Até quando? Só Deus sabe...    

Vídeo que não pode morrer…

Verdade proclamada pelo supremo magistrado Gilmar Mendes: O Brasil é uma Cleptocracia...


 





Adquira, também, o livro A ÚLTIMA MARCHA DA MAÇONARIA.

Para maiores informações clique aqui:

https://loja.umlivro.com.br/a-ultima-marcha-da-maconaria/p

Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Editor-chefe do Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. Secretário-Geral do Ibrasg - Instituto Brasileiro de Ativismo Societário e Governança.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. 

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 1 de Abril de 2021.

12 comentários:

Anônimo disse...

Fazia tempo que eu não passava por aqui
Não está sendo original. Cadê os nossos minérios...
Não vale à pena me estender.

Anônimo disse...

Só o povo pode salvar o povo. As outras emissoras de TV (sem a blobolixo), estão participando da faze dois do "sistema covid"; primeiro obrigaram todos a ficar em casa quebrando o comercio; agora, com ajuda das TVs, vão dar o golpe final, vendendo bugigangas direto da China pelo "Ali Express".

Anônimo disse...

Leio o alerta sempre. Informação e análises valiosíssimas. Os comentários são igualmente ricos. Saúde, comida na mesa e menos.posfos para todos.

Ramiro Diego Staudinger disse...

Mataram só 435 militontos vermelhos???
Foi pouco!!!!!!!!

ALMANAKUT BRASIL disse...

OS CATÓLICOS, EVANGÉLICOS E CRISTÃOS PRATICANTES OU NÃO PRECISAM EXIGIR QUE O EMBAIXADOR DA CHINA NO BRASIL SEJA UM CRISTÃO.

E LÁ EM MACAU O ANTICRISTO VERMELHO DEVERÁ ENCONTRAR UM.

População forçada a trocar imagens de Cristo por retratos de Xi Jinping - (Hoje Macau - 15/11/2017)

O Governo chinês apela às igrejas católicas do país para aderirem ao “socialismo com características chinesas” e adoptarem “à direcção correta de desenvolvimento”.

https://hojemacau.com.mo/2017/11/15/populacao-forcada-a-trocar-imagens-de-cristo-por-retratos-de-xi-jinping


Anônimo disse...

Democracia para a esquerda sempre foi nome de fantasia do comunismo.



aparecido disse...

Não é pra menos...o exercito só tem gente nova, de 18 a 40 anos e preparada fisicamente...No recrutamento qualquer problema fisico já é motivo para a não aceitação do cidadão... Com este nivel de selecionamento o coronga se entrar ali vi pegar dureza... Já na população geral pega gente de 0 a 100 anos e com todos os problemas comuns das pessoas comuns...Agora uma coisa me preocupou... onde o general ficou sabendo que vira a terceira onda ???? a primeira onda todo mundo sabe veio de Whuan... a segunda onda o VIRUS ENSINADO chegou um mes antes das vacinas...em Londres, na Africa do Sul e no Brasil... todas as mutações ocorrendo ao mesmo tempo nestes paises... e ainda vendem a ideia que tudo foi obra do acaso...um evento aleatório... a terceira onda o bichinho deve estar guardado naquele laboratório sinistro esperando ordens do DONO..

Almanakut Notícias - São Paulo - Brasil disse...

Segurança da fronteira e do hemisfério é discutida em audiência no Comitê dos Serviços Armados do Senado dos EUA - 02/04/2021

O Partido Comunista chinês, com sua influência insidiosa e corrupta, busca o domínio econômico regional e global, sob sua própria ótica da ordem internacional baseada em regras, disse o Alte Esq Faller.

“Já vimos muitas dessas táticas na Ásia e na África. Não podemos permitir que prevaleçam aqui em nossa vizinhança”, acrescentou.

https://dialogo-americas.com/pt-br/articles/seguranca-da-fronteira-e-do-hemisferio-e-discutida-em-audiencia


Mercado de armas inteligentes atingirá US $ 30,12 bilhões até 2028 - 02/04/2021

De acordo com o Instituto Internacional de Pesquisa para a Paz de Estocolmo (SIPRI), os Estados Unidos alocaram um orçamento geral de defesa no valor de US $ 732 bilhões em 2020 com o objetivo de atualizar seu poderio militar.

https://www.defesa.tv.br/mercado-de-armas-inteligentes-atingira-us-3012-bilhoes-ate-2028

Rogerounielo disse...

“Fórum Climático Brasil-Rússia-China” - Embaixador diz que EUA darão ultimato ambiental a Bolsonaro

Fonte - Link https://www.linkedin.com/pulse/f%25C3%25B3rum-clim%25C3%25A1tico-brasil-r%25C3%25BAssia-china-embaixador-diz-que-fran%25C3%25A7a/?trackingId=JY3SI8bUfQwkOyONxTc13A%3D%3D

1. O Brasil e os EUA são duas nações soberanas. Devem-se mútuo respeito e consideração.

2. Não é de hoje que os EUA estão tratando o Brasil, seu parceiro histórico, como um país sem importância geopolítica, a ponto de a imprensa falar em “ULTIMATO” dos EUA ao Brasil ((((vide matéria transcrita no item 5 abaixo)))), assim como vem os EUA fazendo ameaças e impondo sanções aos seus parceiros históricos em países da Europa, bem como contra a China e a Rússia.

2.1 Para não ser repetitivo você pode consultar a análise transcrita no item 4 abaixo, sobre as afirmações contidas no item anterior.

Continua

Rogerounielo disse...

Continuação

3. Como a questão climática interessa a todos os países do mundo e como o diálogo entre o Brasil e os EUA, no que se refere a questão climática, parece que tomou um rumo de imposição e de desconsideração da soberania do Brasil da parte dos EUA, o Brasil e o Governo Brasileiro poderiam avaliar propor ao Governo da Rússia e ao Governo da China a criação de um “Fórum Climático Brasil-Rússia-China”, envolvendo, inclusive, a Amazônia, em paralelo a “Cúpula do Clima”, “comandada” pelos EUA.

3.1 O Brasil participaria da “Cúpula do Clima”, “comandada” pelos EUA, e do “Fórum Climático Brasil-Rússia-China”, integrado ao “BRICS”, por que não? Pensemos nisso?

3.1.1 Se os EUA não excluírem o Brasil dessa “Cúpula do Clima”, o que parece ser a tendência geopolítica das ações geopolíticas dos EUA relativamente ao Brasil, o Brasil participaria da “Cúpula do Clima” e do “Fórum Climático Brasil-Rússia-China”, integrado ao “BRICS”, ao mesmo tempo. Pode ser do interesse do Brasil, da Rússia e da China, o maior parceiro comercial do Brasil, não?

Continua

Rogerounielo disse...

Continuação

4. Início da transcrição da matéria:

Imagem Removida

Roteiro de enviado de Biden à América do Sul não inclui Brasil - Juan S. Gonzalez é o “Ernesto Araújo” do Conselho de Segurança Nacional dos Estados Unidos e deveria ser demitido, se os EUA querem de fato avançar com questões técnicas com o Brasil e demais países do mundo - Vinte governadores brasileiros estão juntos na preparação de uma carta ao presidente Joe Biden. O grupo se define como “governadores pelo clima”, e diz no texto, ainda em rascunho, que seus estados representam 87% do território nacional ((((((((((((O artigo 5º da Lei nº 1.079, de 10/04/1950 - O artigo 84, da Constituição Federal, que diz que “Compete privativamente ao Presidente da República”, “manter relações com Estados estrangeiros e acreditar seus representantes diplomáticos” - Aplicação dos artigos 34 e 142, da Constituição Federal, para “manter a integridade nacional”)))))))))))) - “Não, obrigado': Coreia do Sul recusa convite dos EUA para participar do grupo Quad, diz mídia” - “EUA coordenarão com aliados possíveis sanções contra Nord Stream 2”, “EUA ameaçam empresas europeias que não abandonarem o gasoduto russo Nord Stream 2”, “Mensagem desagradável': especialistas avaliam entrada de navio dos EUA em zona exclusiva da Índia”

Fonte - Link https://www.linkedin.com/pulse/roteiro-de-enviado-biden-%25C3%25A0-am%25C3%25A9rica-do-sul-n%25C3%25A3o-inclui-brasil-fran%25C3%25A7a/?trackingId=Szc6vOC7kgbozs0DfBnWCQ%3D%3D

Continua

Rogerounielo disse...

Continuação

5. Início da transcrição da matéria:

Imagem Removida

Embaixador diz que EUA darão ultimato ambiental a Bolsonaro

13.04.21 18:35

Em reunião privada no domingo (11) com políticos, economistas, diplomatas e empresários brasileiros, o embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman, disse que os EUA darão uma espécie de ultimato ambiental ao governo de Jair Bolsonaro, relata a Folha.

Segundo Chapman, o governo dos EUA considera a Cúpula sobre o Clima, marcada por Joe Biden para a próxima semana, como a última chance de o Brasil mostrar preocupação ambiental para recuperar a confiança dos americanos e ampliar as relações com a Casa Branca.

Participantes do encontro relataram ao jornal paulistano que, de acordo com o embaixador, acordos comerciais entre Brasil e EUA e a entrada do Brasil na OCDE dependerão do plano que o governo Bolsonaro vai apresentar na cúpula, marcada para os dias 22 e 23 de abril.

“As relações entre nossos países dependerão muito dessa postura ambiental do Brasil”, disse Chapman.

Para o diplomata, há a percepção de que o desmatamento ilegal na Amazônia cresceu muito e esse “não é um problema de comunicação”, como alegam auxiliares de Bolsonaro, mas uma realidade que tem de ser ser revertida —inclusive com o envolvimento do setor privado.

Fonte - Link https://www.oantagonista.com/brasil/embaixador-diz-que-eua-darao-ultimato-ambiental-a-bolsonaro/

Fim